sexta-feira, 6 de junho de 2014

Como saber se meu filho é intolerante ao glúten

Olá pessoal, saudades de postar aqui. Voltando com menos tempo devido a correria, mas deixando um post que publiquei no blog mymommy.com.br, um assunto interessante que vem sendo muito divulgada, intolerância ao glúten. 


Boa tarde chuvosa para todas as mamães, já falei um pouco sobre a intolerância e alergia ao leite em crianças, hoje vou falar sobre a intolerância ao glúten.

Atualmente temos visto muitos casos de intolerâncias alimentares. E muitas vezes são diagnosticados tardiamente, após alguns sintomas sérios. Por isso é importante ficar atenta aos sinais e sintomas da intolerância ao glúten.


O glúten é uma proteína que está naturalmente presente em cereais como trigo, aveia, centeio, cevada, malte e seus derivados. Qualquer alimento que leve na composição um destes ingredientes, contém glúten. Ele tem a propriedade de formar, junto com a água e a energia mecânica, aquela viscosidade que caracteriza principalmente os produtos de padarias como: pãezinhos, bolos, biscoitos e o macarrão. É ele que dá elasticidade e ajuda a massa a crescer.
Porém é considerada uma proteína de difícil digestão. Há quem defenda que o glúten pode se tornar prejudicial para o organismo de qualquer pessoa e não apenas para quem sofre de doença celíaca desordem autoimune causada pela intolerância ao glúten.

Os sintomas de doença celíaca se manifestam de uma forma diferente em cada criança. Por isso sempre é conveniente consultar o médico ou nutricionista. É muito difícil estabelecer um quadro da sintomatologia da doença celíaca, já que a doença afeta as pessoas de formas distintas.

Algumas pessoas podem desenvolver a doença celíaca na infância e outros não a experimentam até a idade adulta. Suas manifestações clínicas e funcionais são muito variáveis e por isso uma pessoa aparentemente sadia pode sofrer dessa enfermidade sem sabê-lo.


Os sintomas da doença celíaca também se diferenciam quanto ao que sente a criança. No início da doença, alguns podem ter constantes diarréias e dores abdominais, enquanto outros só apresentam irritabilidade, ansiedade ou depressão. E há aqueles também que só a detectam quando a doença se manifesta por uma intensa tensão emocional, quando necessita de uma cirurgia, ou quando sofre de uma lesão física ou uma infecção.

Em todo caso, a doença celíaca pode provocar sintomas como diarréia, flatulência excessiva, cansaço, perda de peso, e durante a infância, pode-se notar um atraso no crescimento nas crianças. Ainda que cada pessoa pode experimentar os sintomas de uma forma distinta.
Sintomas mais comuns da criança celíaca:
- Diarréia crônica ou prisão de ventre
- Perda de apetite, apesar de sentir fome
- Gases e cólicas intestinais
- Fezes mal cheirosas e pálidas
- Atraso no crescimento
- Fadiga, fraqueza e falta de energia
- Anemia
- Repetidas dores abdominais
- Inchaço abdominal
- Anemia inexplicável
- Cãibras musculares
- Dores nos ossos e articulações
- Sensação de formigamento e adormecimento das pernas
- Erupção dolorosa na pele
- Osteoporose
- Infertilidade
- Defeitos no esmalte dental

É importante ressaltar que esses sintomas podem ser causados também por outros tipos de doenças, principalmente outras intolerâncias. Para confirmar uma possível doença celíaca, é necessário realizar métodos diagnósticos mais profundos. Por isso, sempre consulte o pediatra ou nutricionista para solicitação do exame laboratorial para o diagnóstico.
Os sintomas também variam segundo a idade. Em crianças, por exemplo, pode-se começar a detectar a intolerância ao glúten, quando se introduz a papinha na sua alimentação. As crianças podem ficar mais irritáveis, e se pode notar uma perda de peso e no tamanho. Normalmente, apresentam braços e pernas finas e uma barriga mais volumosa.

No próximo post estarei abordando sobre a alimentação para celíacos. Como deve ser, o que precisa ser evitado e o que usar como substituição. 
Boa semana a todas.
Beijos

Cristiane Schmitz
Nutricionista

Nenhum comentário:

Postar um comentário